Políticas

Governo volta atrás e abre inscrições para brasileiros formados no exterior para Mais Médicos

Após a grande repercussão na mídia, as reportagens sobre a falta de médicos no Brasil inteiro, o Ministério da Saúde parece ter voltado atrás, e dia 8 de Julho abriu vagas para médicos brasileiros formados no exterior.

Existe até o burburinho sobre a possibilidade de reintegração de médicos cubanos refugiados no Brasil para completar o quadro de profissionais que está severamente deficitário.

O Programa Mais Médicos tem como prioridade aumentar a quantidade de profissionais por região para que a população tenha melhor atendimento e com mais qualidade. A realidade no país é que muitos municípios, não tem a quantidade suficiente para atender a demanda de pessoas que se encontram doentes nem para o serviço de medicina preventiva que seria muito mais barato para as contas do Governo e para o cidadão que teria acompanhamento para evitar diversas doenças.

O Governo Federal lançou esse projeto exatamente por entender que os procedimentos médicos estão deficientes por falta de pessoal, por isso incentiva profissionais do Brasil, médicos de países vizinhos que queiram ingressar.

Quem ganha é a população que tanto precisa de atendimento humanizado em todas os municípios e que com esse programa pode amenizar tantos problemas para todos.

Como participar do programa Mais médicos

Os interessados em fazer parte do programa mais médico, precisam realizar a inscrição e acompanhar o cronograma de contratação.

As inscrições são liberadas por meio de edital, mas para se inteirar visite o portal do programa mais médicos http://maismedicos.gov.br

Para que médicos brasileiros possam fazer parte do programa é preciso estar em dia com a Justiça Eleitoral, estar em dia com as obrigações, em se tratando dos homens, ter o diploma que comprove sua graduação no Brasil de uma instituição de ensino reconhecida e, no caso de ter cursado no exterior, o diploma tem que estar com validação no Brasil.

Tratar da saúde é fundamental em toda a parte do mundo, infelizmente nem sempre como gostaríamos que fosse, por isso o programa mais médicos se faz necessário para que mais pessoas tenham acesso de maneira gratuita a consultas, para isso é preciso que os médicos interessados em atender a população trabalhando para o Governo Federal, se inscrevam.

Primeira etapa do programa já foi encerrada

A primeira etapa da recontratação de médicos para suprir os quadros funcionais se encerrou em 28 de junho. Mais de 1.500 profissionais foram contratados, para atuar em mais de 800 municípios do Brasil inteiro.

Ao se inscrever o profissional pode escolher até 4 municípios em que gostaria de atuar, de acordo com a sua preferência. Assim o Ministério da Saúde pode distribuir os profissionais de forma que atuem, sempre que possível, nos municípios desejados, evitando assim o abandono dos cargos.